Gala Porco d'Ouro: suinicultores premiados em Mafra

No monumental Real Edifício de Mafra, a 3.ª edição da Gala Porco d’Ouro deu a conhecer as explorações e empresas do setor suinícola que se destacaram pela sua produtividade em 2017, perante uma audiência de cerca de 700 profissionais. Esta autêntica festa da suinicultura portuguesa, cuja itinerância demonstra o contributo da fileira para as economias locais, foi organizada pela Federação Portuguesa de Associações de Suinicultores (FPAS), com o apoio do Município de Mafra.

No conjunto de 70 nomeadas oriundas de todas as regiões do país, foram distinguidas 29 explorações com vários galardões, dos quais se evidenciaram “Máxima produtividade numérica” e “Porco de diamante”, para além da atribuição de uma distinção ao parceiro que mais se destacou na comercialização de porco.pt, a única carne de porco certificada 100% portuguesa, projeto que já abrange cerca de 45% da produção nacional.

A Gala Porco d’Ouro iniciou-se com um concerto de órgãos na Basílica do Palácio Nacional de Mafra, seguindo-se a cerimónia no Claustro Sul do Real Edifício de Mafra, contando com a presença do Secretário de Estado da Agricultura e Alimentação, Luís Medeiros Vieira, que saudou, muito especialmente, o “excelente concerto” proporcionado numa autêntica “joia da coroa do nosso património”, que constitui uma forma de celebrar a dinâmica de um setor que revela “inovação e resiliência”, representando cerca de 19% do total da produção animal do país (só no ano passado, as importações de carne de porco e de animais vivos diminuíram 13% e as exportações aumentaram 5%).

Na sua intervenção de boas-vindas, o Presidente da Câmara Municipal, Hélder Sousa Silva, evidenciou a relevância estratégica da suinicultura para a economia local, em grande medida devido à existência de empresas de referência, à escala nacional, nas áreas do abate, transformação e nutrição animal. Deu nota de que, segundo os dados mais recentes, se registam 14 suiniculturas no Concelho de Mafra e que, só na área do abate e transformação, duas das empresas instaladas congregam mais de 1.150 trabalhadores, para além do que registaram, em 2016, um volume de vendas total próximo dos 200 milhões de euros.

O Presidente da FPAS, Vítor Menino, enumerou os desafios que se colocam ao setor, nomeadamente no âmbito da sustentabilidade ambiental, da internacionalização e também da criação de uma escola de formação, de forma a assegurar a crescente competitividade.

Gala Porco d'Ouro